Projetos de Estruturas Metálicas


PROJETOS DE ESTRUTURAS METÁLICAS

Na elaboração de PROJETOS DE ESTRUTURAS METÁLICAS, nos aproximamos da solução “ótima” quando são atingidos alguns critérios como:

  1. a) menor custo total de construção;
  2. b) menor peso da estrutura;
  3. c) menor tempo de construção;
  4. d) menor quantidade de mão-de-obra;
  5. e) menor custo de fabricação;
  6. f) menor custo de manutenção (e/ou maior durabilidade);

Porém, observando estes critérios, nota-se que a decisão sobre qual é a solução ideal não é simples, pois na maioria das vezes, alguns critérios acabam tendo pesos maiores ou diferentes entre si na tomada de decisão, como por exemplo: uma obra com meta de prazo muito curto, ainda que o custo total resulte um pouco superior ao ótimo ou, outro exemplo, uma situação de escassez de mão-de-obra (ou preferência do empreendedor) onde se opta pela padronização de perfis em detrimento do menor peso possível, porém criando repetições de peças facilitando o processo de fabricação e montagem.

Enfim, na maioria dos casos, a decisão é bastante qualitativa, não se resumindo a simplesmente comparar quantidades e custos, e depende bastante da intuição do engenheiro estrutural, que por sua vez está diretamente relacionada à experiência e conhecimentos do mesmo relativos ao comportamento e funcionamento da estrutura metálica.

As ESTRUTURAS METÁLICAS executadas no Brasil bem como os projetos de estruturas metálicas devem atender às prescrições das seguintes normas técnicas da ABNT:

– NBR 8800:2008 – Projetos de Estruturas de Aço e de Estruturas Mistas de Aço e Concreto de Edifícios

– NBR 14762:2001 – Dimensionamento de Estruturas de Aço constituídas por perfis formados a frio